MineraçãoNoticiasSegurança

Suposto ladrão do roubo de 600 hardware de mineração foge da prisão

O suposto ladrão por trás do roubo de 600 equipamentos usados para mineração de criptomoedas da Islândia, escapou da prisão e fugiu para a Suécia.

Sindri Thor Stefansson, acusado de roubar 600 equipamentos para a mineração de criptomoedas em pelo menos quatro incidentes separados entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018, supostamente viajou para a Suécia em um voo com o primeiro-ministro da Islândia, segundo um relatório do The Guardian publicado na quarta-feira.

A polícia prendeu mais 22 indivíduos como possíveis cúmplices, embora não esteja claro quantos permanecem sob custódia.

Veja Também: Uso de Bitcoin aumenta na América do Sul

O golpe que resultou no roubo de cerca de US$ 2 milhões em hardware de mineração, foi o maior da história na Islândia, como relatado anteriormente. Na época, as autoridades o chamavam de “crime altamente organizado”, que era coordenado “em uma escala nunca vista antes”.

Como tal, Stefansson provavelmente teve ajuda para escapar, disse o chefe da polícia local, Gunnar Schram. Ele disse a repórteres que o suposto ladrão “tinha um cúmplice” para ajudá-lo a deixar a prisão de baixa segurança em que estava preso e viajar para o aeroporto, localizado a cerca de 100 quilômetros de distância.

O hardware de mineração ainda não foi recuperado, segundo o The Guardian. Os proprietários das máquinas ofereceram US$ 60.000 como recompensa para quem puder ajudar a localizar as máquinas.

Mostre mais
loading...

Studio Bitcoin

Studio Bitcoin é um portal brasileiro de notícias e informações sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios