BitcoinMineraçãoNoticias

Maior produtor de Energia do Canadá não poderá atender a demanda da mineração de Bitcoin

A empresa de energia mais importante em todo o Canadá e um dos maiores do mundo anunciou que não será capaz de atender a crescente demanda por eletricidade apresentada pela cidade, já que uma grande quantidade de mineradores de bitcoin se instalou na região.

Hydro Quebec, uma usina hidrelétrica e nuclear localizada na província do Canadá; comunicou recentemente que, com o seu atual regime de produção, a longo prazo não será capaz de cobrir a demanda de energia que aumentou consideravelmente nas últimas semanas. Diante disso, a equipe que compõe seu comboio executivo está em busca de uma estratégia que, no próximo, possa resolver esta situação. “Estamos recebendo dezenas de demandas todos os dias. Este contexto nos leva a definir claramente a nossa estratégia”, disse Marc-Antoine Pouliot, porta-voz da empresa.

Os equipamentos de mineração de criptomoedas consome uma grande quantidade de energia. Por esta razão, os mineradores sempre procuram lugares onde a eletricidade é mais econômica e estável para instalar suas fazendas equipadas com múltiplos equipamentos e tornar a mineração sustentável. No início deste mês, a empresa foi muito hospitaleira e assegurou que alocaria seu excedente elétrico para cobrir as necessidades dos mineradores que se instalavam na cidade graças às baixas taxas de eletricidade e à estabilidade econômica e política da região.

Naquela época, a empresa planejou que a demanda de energia só chegaria a 6TWh em quatro anos. No entanto, parece que a previsão feita pela empresa não conseguiu prever o número de pessoas interessadas na mineração que chegaram à região, com o número de projetos de mineração que foram apresentados à Hydro Quebec dobrou para 70 em apenas uma semana. Agora, a empresa estima que atingirá uma demanda de 100 terawatts por hora nos próximos 10 anos, embora não tenha se recusado a receber as propostas dos empreendedores que se comunicam via LinkedIn todos os dias; mas ele planeja mudar sua estratégia atual.

Tal é a demanda dos mineradores que se instalaram na região que, no início de janeiro, calculou-se que cerca de 4 milhões de equipamentos Bitmain S9 tinha sido colocado em operação, usando a energia oferecida pela Hydro Quebec. Isso se traduziu em um consumo de 50 MW em grandes fazendas de mineração.

Por outro lado, na Rússia, os mineradores também encontraram um aliado em uma usina denominada EvrobSibenergo, que ofereceu 30% de poupança para atividades de mineração em agosto do ano passado e disponibilizou aos empresários cerca de 70 instalações com acesso direto para a rede. Considerando isso, tudo parece indicar que, apesar do alto consumo de eletricidade, as empresas de energia ainda estão dispostas a apoiar as atividades da mineração de Bitcoin.

Receba os principais destaques sobre Bitcoin 🔔📩

Mostre mais

Studio Bitcoin

Studio Bitcoin é um portal brasileiro de notícias e informações sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios