BitcoinNoticias

Equador recebe primeiro caixa eletrônico de criptomoedas

Um grupo de consultores do Equador no setor de criptomoedas chamado CriptoAsesores, anunciou nesta ultima quinta-feira, 8 de fevereiro, os primeiros caixas eletrônico de criptomoedas no país. O evento de apresentação foi realizado no auditório do edifício metropolitano na capital do país.

A demonstração revelou que os caixas eletrônicos (ATM), podem operar comprando ou vendendo dólares em troca de Bitcoin, Dash e uma criptomoeda chamada Pura (que se posiciona em 234º no ranking do coinmarketcap, com um valor atual de US$ 0,237680 por cada token). Esses caixas eletrônicos agora estão disponíveis para serem usados ​​pelo público em geral no escritório 410 do prédio metropolitano na cidade de Quito.

Jimmy Romero do criptoasesores disse:

“Os caixas eletrônicos foram construídos no Equador para formalizar a compra e venda de criptomoedas, por isso vai começar com Bitcoin, Dash e Pura, essas duas últimas moedas com custos de transação mais baixos. Nosso país sofreu muitos golpes resultantes de pirâmides e pessoas sem escrúpulos que tomaram como um pretexto as criptomoedas para roubar o dinheiro das pessoas. Os caixas vêm para recuperar a credibilidade das pessoas e das autoridades para a nova economia”.

O representante da empresa explicou aos participantes do evento as instruções para executar transações nos caixas eletrônicos (ATM). Para fazer uma compra de qualquer uma das três criptomoedas, em primeiro lugar, é necessário ter o endereço ou QR Code da carteira para onde deseja receber os tokens. Caso contrário, o caixa imprimirá uma carteira de papel com o endereço e a chave privada que permitirão ao usuário acessar as criptomoedas.

No caso de você querer executar uma venda, o usuário deve ter um Smartphone que lhe permite entrar em sua carteira de criptomoedas para enviar os tokens que serão vendidos no ATM. Assim que o caixa verificar se a transação foi efetuada, ele emite um recibo e entrega o dinheiro que corresponde ao valor enviado.

Legal ou Ilegal?

De acordo com o pronunciamento oficial pelo Banco Central do Equador em 8 de janeiro, é proibido o uso de criptomoedas para fins comerciais. No entanto, a compra e venda de criptomoedas não é considerada uma atividade ilegal. A declaração completa expressa o seguinte:

“O Banco Central do Equador informa ao público que o Bitcoin não é um meio de pagamento autorizado para uso no país. Bitcoin é uma criptomoeda que não tem backup, porque o seu valor vem da especulação. As transações financeiras realizadas através de bitcoin não são controladas, supervisionadas ou regulamentadas por qualquer entidade no Equador, razão pela qual seu uso representa um risco financeiro para quem usa”.

“É importante destacar que a compra e venda de criptomoedas – como Bitcoin – através da internet não é proibida; No entanto, ressalta-se que o Bitcoin não é uma moeda legal e não é autorizada como meio de pagamento de bens e serviços no Equador, conforme estabelecido no artigo 94 do código orgânico monetário e financeiro”.

Qualquer que seja a posição dos reguladores latino-americanos, o fato é que a presença de caixas eletrônicos de criptomoedas na região está aumentando cada vez mais. Em Bogotá, a Colômbia, os caixas eletrônicos podem ser usados ​​para comprar e vender Bitcoin e Dash desde 2016. Enquanto isso, a organização chilena Bloque Austral, inaugurou em 13 de dezembro o primeiro ATM que funciona com Bitcoin e Ethereum na comuna de Providencia, a nordeste de Santiago do Chile. Apenas um dia depois, uma segunda unidade foi instalada no país, desta vez integrada com a Shapeshift.

Receba os principais destaques sobre Bitcoin 🔔📩

Mostre mais

Studio Bitcoin

Studio Bitcoin é um portal brasileiro de notícias e informações sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios