BitcoinMineraçãoNoticias

Banco Central da China considera limitar o fornecimento de eletricidade para mineração de Bitcoin

O Banco Central da China revelou, no dia 3 de janeiro que, embora não possam regular diretamente o consumo de energia da comunidade de mineradores de bitcoin e criptomoedas, eles podem pedir às autoridades locais que colaborem para fazê-lo.

O relatório publicado pela agência da Reuters explica que essas declarações foram dadas pela entidade aos membros do Grupo Líder de Remediação de Riscos Financeiros na Internet em Pequim no final de 2017. As autoridades asseguraram que estão em condições de solicitar funcionários regionais para supervisionar e reduzir o consumo de eletricidade dos mineradores do país.

Embora não seja uma chamada direta para a regulamentação, para muitos isso é um grande motivo de preocupação, porque durante 2017 as medidas aplicadas pelo governo chinês às criptomoedas foram apenas em escalada, chegando ao fim das casas de câmbio do país. E com a China concentrando mais de 80% do poder de processamento do Bitcoin entre seus nós, a limitação da eletricidade para mineração no país asiático poderia se traduzir em uma nova desaceleração mais grande na rede já saturada do Bitcoin.

Leia Também: Equipe EtherZero cancela planos de criar um Hard Fork no Ethereum

O vice-presidente do Banco Popular da China, Pan Gongsheng, declarou no final de 2017 sua posição pessoal em relação às criptomoedas, explicando que ele apoia a visão de que o bitcoin é uma bolha que desaparecerá devido a um evento como um hack na rede ou uma proibição geral. Para ele, as criptomoedas fazem parte de uma bolha financeira que pode explodir a qualquer momento. Compara-os com o que aconteceu durante a crise das tulipas na Holanda em 1600 e com a bolha da Internet dos anos 2000.

Em setembro do ano passado, o governo chinês proibia absolutamente qualquer tipo de oferta inicial de moedas no território, argumentando que “os tokens virtuais ou moedas utilizadas neste tipo de financiamento não são emitidas pelas autoridades monetárias, não têm propriedades monetárias legalmente como indenização ou coerção, eles não têm status legal equivalente ao dinheiro, e eles não podem e não devem circular como moeda de uso no mercado”.

Mostrar mais
loading...

Studio Bitcoin

Studio Bitcoin é um portal brasileiro de notícias e informações sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas.

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios