AltcoinNoticiasSegurança

Polícia ucraniana prende indivíduos envolvidos em esquema Ponzi, “SwisCoin”

Desde que o programa SwisCoin foi anunciado, especialistas em criptomoedas perceberam que algo estava muito suspeito neste empreendimento. Ele tinha todos os sinais de um esquema de pirâmide de criptomoedas. Embora tenha havido várias alegações a este respeito, nunca foram realizadas prisões. Isso foi, até recentemente, quando a polícia nacional ucraniana deteve um grupo de pessoas acusados de estar conectado à SwisCoin.

Golpistas preso na Ucrânia (SwisCoin)

Olhando para o conceito original da SwisCoin, não é difícil ver por que as pessoas pensariam que isso seria um modelo de negócios ilegítimo. Semelhante à forma como a OneCoin opera, a SwisCoin teve todos os sinais que indicavam um esquema de pirâmide que estava prestes a desmoronar. Com seus vários “pacotes de investimentos“, era apenas uma questão de tempo antes que os golpistas fugissem com o dinheiro ou as pessoas deixassem de contribuir com fundos para este esquema de pirâmide. Ainda não está claro qual dos dois, eventualmente, veio a ser, mas sabemos que os operadores do programa foram presos.

Leia Também: Golpe: Mulher diz ter perdido C$ 17 mil, usando caixas eletrônicos de Bitcoin

A polícia nacional ucraniana prendeu vários indivíduos, que estavam conectadas a este projeto fraudulento. Não está claro quantos indivíduos foram presos, mas sabemos que todos eles enfrentam até 12 anos de prisão. Todos os seus ativos foram apreendidos, incluindo ativos em dinheiro, produtos caros, vários cartões de pagamento potencialmente roubados e uma quantidade razoável de criptomoedas também. Acredita-se que a SwisCoin tenha arrecadado cerca de US $ 500.000 dos investidores, apesar de que nenhum desse dinheiro tenha sido usado.

Os investidores acreditavam que este dinheiro seria investido na infraestrutura do blockchain. Além disso, o dinheiro também seria supostamente utilizado como forma de melhorar a visibilidade e o marketing desta moeda. Embora o SwisCoin tivesse um valor oficial durante o maior tempo, houve poucas exchanges que o apoiam abertamente. A maior parte da negociação ocorreu dentro da própria plataforma, onde os preços poderiam ser facilmente manipulados pela equipe.

Os golpistas usaram o dinheiro para seu próprio benefício pessoal ao invés de se preocupar com suas promessas aos investidores. Esta tática não é incomum para os esquemas de pirâmide relacionados à criptomoedas, mas mostra que as pessoas estão dispostas a investir nestes golpes até os dias de hoje. Os criminosos também espalham informações falsas sobre os lucros gerados pela SwisCoin, pois permitiram que eles melhorassem sua visibilidade no mercado e atraíssem mais investimentos.

Leia Também: Vietnã irá legalizar Criptomoedas e Ativos Digitais até agosto de 2018

A polícia também confiscou uma quantidade razoável de armas no momento da prisão. Isto indica ainda que os supostos operadores da SwisCoin podem estar envolvidos em outras atividades ilegais também. Afinal, ninguém precisa de “armas” quando se trata de criptomoedas, mas, por algum motivo, essas pessoas tinham vários a sua disposição. É um cenário muito problemático, embora ainda possa ser revelado mais informações com o andar das investigações.

Conclusão

Desde que a equipe da SwisCoin realizou seu ICO em fevereiro, ninguém ouviu falar da empresa. O preço da moeda caiu de US $ 7,35 até US $ 0,003764 e nenhuma exchanges está apoiando ativamente a moeda digital. O que não é nenhuma surpresa neste caso, já que a equipe da SwisCoin nunca teve nenhuma intenção honesta. É bom ver a polícia ucraniana prender esses indivíduos, assumindo que eles estão relacionados a esta fraude.

Siga-nos nas redes sociais e receba os principais destaques sobre Bitcoin 🔔📩

Tags

Studio Bitcoin

Studio Bitcoin é um portal brasileiro de notícias e informações sobre Bitcoin, Altcoins é Blockchain.

Posts relacionados

1 thought on “Polícia ucraniana prende indivíduos envolvidos em esquema Ponzi, “SwisCoin””

Deixe uma resposta

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker